Feliz Aniversário de Clarice Lispector #84

“É preciso que se saiba. É preciso que se saiba. Que a vida é curta. Que a vida é curta.”

Esse foi meu primeiro contato de impacto com a Clarice. Lá traz, há dois anos. Quando passeava por seus contos sem perceber sua grandeza como escritora. Feliz Aniversário foi o ponto em que entendi, precisava prestar atenção nela. E aqui tenho que dizer: não foi encantamento, foi estranhamento.

Feliz Aniversário foi publicado em 1960, é um conto do livro Laços de Família. Um dos contos selecionados pela Editora Objetiva em 2001, na publicação “Os Cem Melhores Contos Brasileiros do Século”.

Anita está fazendo 89 anos. Sua única filha mulher, Zilda, com quem mora resolveu fazer uma festa de aniversário para ela. Clarice, vai nos contando dos preparativos para essa festa, nada diferente de qualquer outra festa familiar bem brasileira, até que captura nossa atenção: Zilda para adiantar o “expediente”, vestira a aniversariante cedo, logo depois do almoço e a deixara sentada à cabeceira da longa mesa vazia (a mesa do bolo sobre o qual uma mosca sobrevoava) até a hora da festa.

O cotidiano, de repente, o cotidiano estranho. O conto segue assim. Dos comes e bebes da festa, para a mediocridade da família. Dos copos coloridos, para os pensamentos insólitos da velha “Como pudera ela dar à luz aqueles seres risonhos fracos, sem austeridade?” Das crianças correndo, para despedida distraída de José da matriarca “Até o ano que vem! […] No ano que vem nos veremos diante do bolo aceso!”

É um conto que certamente está na minha lista de indicações, principalmente para quem não conhece a autora ainda. Leitores dedicados a Clarice podem me questionar por isso, mas é o que funcionou para mim e creio que essa narrativa seja como disse Kafka “um machado que quebra o mar gelado em nós”. Certamente ela força-nos a pensar em coisas que desejamos esquecer, certamente expõe coisas não muito bonitas sobre nós, sobre as relações com aqueles com os quais estamos mais ligados – a família.

Além do mais tem a velhice, a velhice é um tema que realmente gosto de ver explorado na literatura. Dependendo do escritor faze-me olhar para ela sem ilusões. A vida é curta, a vida é curta.

Clarice Lispector (1920-1977)

+info conto: Feliz Aniversário | Autora: Clarice Lispector (1920-1977) | Edição lida: Os Cem Melhores Contos Brasileiros do Século; Rio de Janeiro: Objetiva, 2001

Classificação: 5/5

Compre: Amazon, Estante Virtual

Instagram | Skoob | Goodreads | Listography  | Twitter | Medium

5 comentários em “Feliz Aniversário de Clarice Lispector #84

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s