Dossiê Getúlio Vargas de Daniel Rodrigues Aurélio #96

O poder e o sorriso

Encontrei esse livro do Daniel Rodrigues Aurélio por um acaso no site da Amazon. Instigada pelo título “Dossiê…” e sempre interessada pela história da política brasileira, resolvi ler.

Getúlio Dornelles Vargas (RS, 1882-1954, RJ), o homem que mais tempo permaneceu no poder do Brasil Republicano: exatos 18 anos, seis meses e dezenove dias; foi um dos presidentes mais importantes e marcantes da história do Brasil. Nascido em uma família de militares. Sua vida e trajetória desperta até hoje, sentimentos e opiniões controversas.

Autoritário? Pai dos pobres? Quem foi Getúlio Vargas? E o que pensar sobre sua morte? Seu suicídio a 24 de agosto de 1954, que segundo o autor desta obra, foi sua derradeira cartada política, que conservou vivíssima no imaginário popular o mito “Gegê”.

Esse é um livro muito interessante, que não, não vai dar conta de responder em definitivo sobre quem foi Vargas; mas que numa forma bem escrita e sucinta, oferece ao leitor um panorama histórico bem interessante sobre: o antes e o durante a Era Vargas.

Eu gostei muito da leitura. Enquanto lia para mim foi impossível não começar fazer algumas ligações de fatos e atitudes políticas de Vargas com as de figuras mais recentes que conhecemos: Lula, Dilma, Bolsonaro… Não importa se é esquerda ou direita, a política brasileira é sempre essa coisa esquisita – “… não há nada novo debaixo do sol.” (Ec. 1:9)

É importante ressaltar para quem se propor a ler que, a perspectiva do autor não é imparcial (se é que existe essa possibilidade em assuntos como política), o olhar dele é mais à esquerda. Porém isso não me incomodou muito. Fatos são fatos, as informações estão lá e que cada um tire suas conclusões.

Realmente gostei da escrita do autor, ele tem outros livros nesse estilo, como: “Dossiê Nietzsche” e “Dossiê Beatles”, que pretendo conferir.

“Getúlio saiu da vida para entrar na História como um dos mais controversos e marcantes presidentes do Brasil. Despertava, e ainda desperta, ódios e paixões. Sua conexão com as camadas pobres da população advinha de um afeto autoritário, que soube cultivar como raros líderes políticos o fizeram.”

“Na política, pisa-se constantemente em terreno minado. Nunca se sabe quando o aliado vira inimigo e a bomba é acionada.”


+INFO  Livro: Dossiê Getúlio Vargas: A vida e a trajetória do presidente mais importante da história do Brasil | Autor: Daniel Rodrigues Aurélio | São Paulo: Editora Universo dos Livros, 2009 | 105 páginas

Classificação: 5/5

Compre: Amazon | Estante Virtual

2 comentários em “Dossiê Getúlio Vargas de Daniel Rodrigues Aurélio #96

  1. Mesmo por cá é um nome muito conhecido, embora pouco conheça da sua atividade política em concreto, parece-me que que se posicionou entre ditadura e a democracia autoritária populista, lembro-me da semana do seu suicídio ser o tema do livro Agosto de Rubem Fonseca que já li. Segundo se diz por aqui, os seus ascendentes são aqui desta ilha do Faial e da povoação contígua à que eu moro, efetivamente existem lá várias famílias com o nome de família Vargas..

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s